terça-feira, 19 de maio de 2015

Aos filhos,palavras minhas se eu soubesse escrever assim ;-)

Elaborar regras que determinem uma conduta aceitável. Vamos lá. Regras. Claras. Rígidas!

1. baguncem: a vida, os cabelos, as gavetas. Desconfiem de tudo, tudo que aparentar arrumado demais.
2. corram: se o espaço for mínimo – mas ainda assim possível – acelerem o passo. Correr nos da o poder de fazer vento no rosto. Brincar de deus, ora. Agora, se o espaço for grande, voem.
3. se abracem: irmão abraçado faz muralha. Protege, acolhe.
4. falem um pouco mais alto que o necessário: onde tem voz de criança, no bairro, tem vida. Uma rua sem ruídos infantis é um beco sem saída.
5. tomem banho frio: rápido (por causa da falta de chuvas), mas tomem. Banho frio faz a gente lembrar dos ossos. E que estamos inteiros. Isso é para a vida.
6. comam juntos: fazer uma refeição sozinho é como rezar para um deus surdo. Quando os três estão à mesa, a alma se alimenta.
7. leiam: é a única saída de emergência que salva do incêndio lá fora.
8. sujem a casa: isso indicará que vocês vieram de algum lugar divertido e que poderão se divertir limpando tudo, juntos, depois. Fazer faxina é melhor que fazer terapia.
9. ouçam sua mãe: ela é a única pessoa do mundo que não irá disputar com vocês o que é certo e o que é errado. Quer apenas que vocês sejam felizes.
10: tenham um quintal: baguncem, corram, se abracem, falem alto, tomem banho frio, comam juntos, leiam, se sujem e ouçam sua mãe quando ela disser que é hora de entrar em casa.
Fonte: "do seu pai"

Sem comentários:

Enviar um comentário