sexta-feira, 26 de maio de 2017

Ele não gosta de tigeladas, mas eu ( tratando-se deste docinho) sei "Amar Pelos Dois"

A origem das tigeladas, doce conventual, são de facto da freguesia de Rio de Moinhos, concelho de Abrantes. Conta a Lenda que uma senhora ( que aprendeu o segredo das tigeladas há quase um século, através de uma amiga), de nome, Verdiana, fora lavadeira de um convento de Abrantes (Convento da Graça – demolido em 1902) onde aprendeu o segredo do doce, com as freiras. Foi assim que começaram a fazer tigeladas em Rio de Moinhos e o segredo passou de geração em geração até aos nossos dias. O nome tigeladas, deriva da tigela de barro, onde o doce é cozido.



Receita

O que precisas
?
250 gr de açúcar
60 gr de farinha de trigo
6 ovos
1/2 lt de leite
1 limão em raspa
1 colher (café) de canela em pó

E agora?
Aqueça o forno 200ºC até ficar bastante quente e coloque lá dentro as tigelas de barro vazias a aquecer por cerca de 30 minutos.

Fonte:Chefe Ratatui

Sem comentários:

Enviar um comentário